Exposição Histórias da Infância chega ao MASP

A exposição que foi inaugurada em 8 de Abril, marca a trajetória da infância representada por fases, transitando por diversas plataformas digitais e períodos da arte.

As obras ocupam dois andares do MASP, dividindo a infância em períodos, no qual o primeiro andar estão as fotografias e pinturas referentes à virtualização da família, brincadeiras, educação, artistas, anjos, retratos e a morte. Já no primeiro subsolo estão temas ligados à maternidade e nascimento.

A mostra converge de forma igualitária entre artistas renomados como Van Gogh, Renoir, Vik Muniz e Lasar Segall e desenhos de crianças de escolas municipais, produzidos em oficinas oferecidas pelo próprio museu.

Uma curiosidade da exposição é que os quadros foram posicionados de maneira que fiquem na altura dos olhos das crianças. Deste modo, elas podem ter uma relação com a obra mais direta. Além de contar com a versão narrada da exposição por crianças, versão esta, que só está disponível no site do MASP.

De modo geral, a exposição explora a construção da infância de uma maneira plural, tanto que segue por narrativas imperiais quanto indígenas, latinas, ocidentais etc.

A exposição ficará aberta ate dia 31 de Julho, com entrada a 25 reais e 12 (meia-entrada). Tendo entrada gratuita todas às terças-feiras.

O horário de funcionamento do MASP é das 10 às 18 horas, de terça a domingo. Quartas até às 20 horas.

MASP – MUSEU DE ARTE DE SÃO PAULO

AV. Paulista, 1578, Bela Vista